quinta-feira, 23 de março de 2017

VEJA 10 DICAS QUE PODEM TORNAR O SEU PERFIL MAIS VISÍVEL NO LINKEDIN


Que tal dar usar a tecnologia para alcançar aquele emprego novo que pode mudar a sua vida? O UOL Tecnologia conversou com Fernanda Brunsizian, gerente de Comunicação do Linkedin na América Latina, que elencou 10 dicas que podem auxiliar você a ter mais visibilidade na rede social voltada para negócios.
A plataforma conecta os profissionais ao mundo corporativo e tem sido usado pelas empresas como um canal de contratação, segmentação e vendas.

1. Inclua uma foto
Nunca deixe seu perfil sem foto. Aqueles com imagem são 14 vezes mais vistos do que os sem. Essa visibilidade, segundo Fernanda, está diretamente relacionada à credibilidade. É preciso, portanto, tomar cuidado com a foto escolhida. Tenha bom senso e pergunte-se: qual é a imagem que quero passar para os outros profissionais?

2. Explore suas habilidades
Listar suas habilidades no perfil faz você ter 13 vezes mais chances de ser visto no LinkedIn. Suas habilidades são uma visão geral de sua marca profissional - uma maneira fácil e digerível de mostrar o que você pode fazer. Faça um mix de suas habilidades gerais e específicas para garantir que você apareça nos resultados de pesquisa e mostre sua gama de talentos.

3. Redobre a atenção ao seu resumo
Assim como a foto e a descrição de suas habilidades, o seu resumo profissional está entre o primeiro contato dos recrutadores com você. Como aponta Fernanda, eles só vão continuar lendo o seu perfil, caso você tenha conseguido despertar o seu interesse nesses três itens.

4. Evite criar um perfil genérico
Aproveite o máximo a plataforma e quanto mais campos você preencher mais chances terá de se tornar visível. Evite os perfis genéricos. Para os recrutadores, a ferramenta funciona como um sistema de busca por palavra-chave, como explica Juliana. Portanto, ela recomenda que você seja preciso e opte as palavras que mais corriqueiras em sua área de trabalha, tais como as ferramentas usadas, os tipos de conhecimentos exigidos ou mesmo as competências pessoais mais valorizadas.  Crie um perfil com conteúdo relevante.

5. Explore seu lado bom
O campo de Voluntariado e Causas, ainda pouco explorado no Brasil, é uma forma de mostrar um pouco mais o indivíduo além de suas qualificações. "Uma contratação não é feita apenas baseada em qualificações, mas também na adequação entre cultura empresarial e valores dos funcionários", acrescenta Juliana.

6. Nada de mentiras
Cuidado com as mentiras! Se não tiver nada a dizer em campus como "trabalhos voluntários", "reconhecimentos e prêmios", "causas apoias" o melhor é deixa-los em branco do que inventar informações. "Mentira tem perna curta, ainda mais no mundo conectado. As pessoas se conhecem e facilmente você poderá ser descoberto", aponta a gerente de Likendin, que acrescenta que as mentiras desqualificam os profissionais e até o que era verdadeiro passa a não ter mais valor.  Priorize ser autêntico e mostre o profissional que é.

7. Use a plataforma com frequência
Procure ser ativo e consultar com frequência a ferramenta para se manter informado. Segundo Juliana, não há uma regra padrão nesse quesito. "Se você postar muita coisa, as pessoas tende a não prestar atenção no que publica." Mas é preciso se fazer presente e para isso é recomendado o bom senso. Poste coisas pertinentes e lembre-se que se trata de uma rede social voltada para negócios. Artigos sobre sua área, sobre tecnologias ligadas à ela ou mesmo conteúdos ligados à desenvolvimento profissional são bem-vindos.

8. Fuja dos termos habituais
Pelo segundo ano consecutivo, a palavra mais utilizada pelos brasileiros na plataforma foi "responsável", seguida de "estratégico", "criativo", "sólida experiência" e "extensa experiência". No top dez, também aparecem "experiência internacional", "especializado", "planejamento estratégico", "apaixonado" e "motivado". Juliana recomenda que você fuja dessas palavras para se destacar na ferramenta e, ao invés de apenas explicar suas funções nos trabalhos exercidos, ressalte os resultados alcançados nessas experiências.

9. Priorize a qualidade dos contatos, não a quantidade
Não é o número de contatos que o torna mais visível. Opte por criar uma rede mais qualificada, com pessoas que conheça ou que tenha referências. Juliana explica que a prática habitual de aceitar pedidos de amizade sem critério algum tende a poluir a sua rede e fazer com que você perca o controle do que é postado. Ou seja, conteúdos importantes podem passar despercebidos diante de publicações sem sentido.

10. Fortaleça sua rede
Para fortalecer sua rede, adicione empresas e acompanhe "influenciadores". A grande diferença entre o currículo convencional e a plataforma, como cita Juliana, é essa interação.

Por Larissa Leiros Baroni
Fonte UOL Tecnologia