quinta-feira, 4 de maio de 2017

CUIDADOS NO USO PARA EVITAR OS ACIDENTES MAIS FREQUENTES COM OS TABLETS

Você já tem o seu tablet? Aprenda aqui como evitar acidentes e prolongar a vida útil dele

Depois que decidimos comprar um tablet, tiramos o aparelho da caixa e começamos a aproveitar tudo o que ele oferece. Mas também precisamos ter em conta os cuidados necessários para que ele dure sem sofrer estragos que podemos evitar com estas dicas.
Um dos acidentes mais frequentes é comprimir a tela do tablet contra alguma superfície rígida, o que causará um dano permanente na máquina. O primeiro passo para escapar deste fim infeliz é tomar precauções com o suporte que você vai usar para transportar o tablet e acompanhado de que ele estará. Não é indicado colocar o tablet numa pasta junto com objetos rígidos como canetas, chaveiros, telefones celulares, agendas e, até mesmo, pendrives.
A melhor opção é ter uma capa protetora e um compartimento especial para o tablet na pasta, bolsa ou maleta, embora o ideal é poder levar o dispositivo separadamente.
Quando estamos acostumados ao seu uso constante, acabamos perdendo a noção de perigo e é muito provável que deixemos o tablet em lugares onde outra pessoa, desprevenida, pode apoiar algum objeto pesado. Deixar em cima da cama ou em uma cadeira são os piores cenários (se houver uma criança por perto pode terminar em tragédia), pois é bastante provável que alguém sente em cima do tablet. Também é bom evitar a beirada das mesas e sempre apoiá-lo em um lugar onde ninguém possa - sem querer - esbarrar nele e derrubá-lo no chão.
Manter o tablet dentro da capa pode proteger o aparelho do contato com uma superfície pontuda ou com algum líquido derramado. O sol é outro problema. É importante não deixar o tablet exposto ao calor porque seus componentes elétricos podem terminar danificados para sempre. A mesma coisa se aplica às superfícies que atingem alta temperatura, como aquecedores e fogões.
Quando sairmos com chuva é recomendável levar conosco um saco plástico para guardar o aparelho dentro. O mesmo serve para quando vamos à praia: devemos colocar a máquina em um saco plástico para protegê-la da areia que voar com o vento ou devido a alguma bola perdida.
Mantenha sempre o tablet fora do alcance de aparelhos que emitam um forte campo eletromagnético, que possam sofrer mudanças bruscas de temperatura. Procure manter seu aparelho numa faixa de temperatura entre 10 e 35 graus centígrados.
Quanto à limpeza da tela, não se deve usar nenhum produto à base de álcool. O ideal é passar um tecido de microfibra e, depois, usar um lenço de papel levemente umedecido com duas gotas de água. E para finalizar, com outro lenço de papel, secar qualquer rastro de umidade.
Evite produtos em aerossol porque podem danificar os componentes eletrônicos se entrarem pelas pequenas frestas que os tablets tem nos botões liga/desliga ou no controle do volume.
Quanto aos programas, nunca instale nada que não seja da loja virtual que a fabricante do seu tablet oferece. Quando conectar o aparelho ao notebook ou PC para sincronizar as informações, cheque sempre se as portas USB estão funcionando direito (a diferença de polaridade de uma porta USB mal instalada pode queimar o dispositivo que conectarmos a ele). Retire o cabo de forma segura: vá primeiro à barra de tarefas e desconecte o dispositivo USB de forma segura, e só então puxe o cabo acoplado ao tablet.
Dependendo da região onde você estiver morando, cheque a voltagem antes de recarregar a bateria. Se o seu carregador não é bivolt, pode ser necessário usar um transformador em algumas ocasiões.
E, como última dica, quando a loja da fabricante do seu tablet oferecer alguma atualização do firmware, faça a atualização com o aparelho ligado à rede elétrica. Nunca realize uma alteração no firmware com a bateria baixa porque um erro nesta instalação deixará o tablet inoperante, seja da fabricante que for.

Fonte MSN Tecnologia