quinta-feira, 25 de maio de 2017

A BUSCA POR NOVAS OPORTUNIDADES DEPOIS DOS 40

Especialistas dão dicas do que fazer ao se desligar da empresa e de como atrair propostas de trabalho por meio do currículo

Viagem de férias marcada para julho, crianças cobertas pelo plano de saúde, carro novo na garagem, apartamento com as prestações em dia, tudo correndo bem no trabalho. Fase tranquila da vida, certo? Errado. De repente, vem a notícia: contenção de despesas na empresa, acúmulo de cargos ou qualquer outra razão gerou cortes de funcionários. A dificuldade em lidar com a demissão é ainda maior para quem tem mais de 40 anos de idade. Mas especialistas garantem que voltar ao mercado não é tão difícil quanto parece.
Passado o baque, vem o receio: como sair da zona de conforto e enfrentar novos desafios? “O primeiro passo é manter a calma. Depois, é preciso cuidar um pouco de si antes de voltar a trabalhar. Vá ao médico, passe um tempo com a família. Só após separar estes dias para você, volte a pensar em seu emprego, interagindo com amigos e pessoas que conhece”, orienta Diogo Hudson, consultor da Statux, que atua no ramo de marketing empresarial.
Segundo o especialista, a dificuldade em conseguir trabalho depois de certa idade é mito e não cabe em um mundo globalizado como o que vivemos. “Se existe dificuldade, existe para todas as idades”, afirma Hudson.
Na hora de elaborar um novo currículo, é importante demonstrar experiência em diversas áreas de atuação, resumindo no máximo em duas páginas. O ideal, no entanto, é compilar tudo em uma folha só. De acordo com Hudson, não é necessário colocar objetivo. “Isto é a empresa que tem que querer e você se adapta ou não à proposta”.
Vale lembrar que carta de apresentação só é válida no corpo do e-mail. O candidato deve apontar, de forma resumida, seus pontos fortes, informar o envio do currículo em anexo e se disponibilizar para eventuais dúvidas.

Experiência e maturidade são fatores positivos
A preparação para ingresso na carreira pública é uma das opções para quem acaba de perder o emprego. Segundo o professor Alex Mendes, da Academia do Concurso, o mercado tem se transformado em excelente alternativa de carreira e renda em qualquer idade. Mas para quem tem mais de 40 anos, as chances podem ser ainda maiores. “A experiência acumulada no meio privado, somada à maturidade na organização e preparação, podem ser fatores de peso para o sucesso deste candidato”, diz Alex.
Entre as áreas mais atraentes para profissionais com este perfil estão os tribunais e o setor de gestão. “São concursos mais procurados em virtude da experiência profissional anterior do candidato”, diz.
Quem tem pouco tempo para estudar deve usar a organização a seu favor. “Antes de começar a preparação, é preciso definir a bibliografia básica e complementar, o local e o plano de estudo semanal, de forma a aproveitar todas as brechas existentes no dia, como deslocamentos de trem ou ônibus e os intervalos”, afirma.

Aberto a negociações
Ao se candidatar a um cargo, o profissional deve ficar atento se a empresa exige que ele informe a pretensão salarial. Caso não haja essa solicitação, o candidato não deve colocar o item.
De acordo com Ingrid Reis, especialista em Recursos Humanos do Multiplus, para não fechar portas, é importante mostrar que está aberto a negociações salariais, usando a frase: “Possível negociação à medida de conhecimento da carteira de benefícios da empresa”.
De acordo com a especialista, desta forma, o candidato não diz que aceita qualquer salário, mas educadamente se mostra aberto a negociar em um segundo momento. “É uma maneira de se valorizar e mostrar que é uma pessoa de visão”, orienta Ingrid.

Por Priscila Belmonte
Fonte O Dia Online