segunda-feira, 20 de agosto de 2018

3 DICAS IMPORTANTES DE COMO SE PORTAR EM UMA AUDIÊNCIA JUDICIAL


A audiência é uma das fases processuais mais importantes. É o momento ideal para demonstrar a verdade dos fatos e contribuir para a formação da convicção do magistrado. É comum que o enfrentamento seja grande durante a audiência, tanto entre os advogados quanto entre estes e o juiz.

A importância de manter a postura durante a audiência judicial
Para que você seja capaz de passar pela audiência com rendimento satisfatório e conseguir defender os interesses do seu cliente, é fundamental manter a calma durante todo o processo. Episódios de raiva, de perda do temperamento e desconcentração podem ser fatais.
Ao perder a paciência, o advogado deixa de ter clareza sobre o que está acontecendo, comete excessos e acaba sendo penalizado, de uma forma ou de outra.
Não é recomendado que o advogado, responsável pela defesa técnica do cliente, vá para a audiência sem estar preparado para lidar com a tensão existente. Na verdade, cabe ao advogado tomar medidas capazes de romper com a tensão da audiência.
Quanto maior for o seu nível de concentração, melhores os resultados. Separamos aqui algumas dicas básicas para não perder a paciência durante a audiência. Confira!

1 - Trate a todos com respeito
Uma das dicas mais básicas, aplicável não apenas à advocacia, mas a qualquer profissão, é o respeito. Ele deve estar sempre presente, mesmo em situações adversas. Durante a audiência, é comum que perguntas sejam indeferidas, que o advogado da parte contrária se utilize de ofensas e outras formas de violência verbal.
Trata-se de um embate, um momento em que autor e réu estão defendendo o seu lado, através de seus advogados. Mesmo que a situação não seja das melhores, o respeito deve predominar. Nas audiências, os juízes tendem a dar mais valor aos argumentos formulados sem a utilização de ofensas.
O respeito, a concentração e controle sobre a fala, gestos e ações demonstra firmeza. Ao contrário, perder a paciência e explodir durante a audiência pode ser visto como desespero e falta de consistência das alegações.

2 - Quebre a tensão das audiências
Fazer uma audiência não é fácil. A tensão é grande e a ansiedade também. O momento é de conflito de interesses, em que duas pessoas querem demonstrar estar com a razão sobre determinado fato. Esse clima de embate pode acabar prejudicando o rendimento do advogado. O nervosismo e a perda da paciência tendem a comprometer a defesa do cliente.
Uma das formas de minimizar esse quadro é quebrando a tensão das audiências. Como fazer isso? Antes mesmo do seu início, converse um pouco com o advogado da parte contrária. Ele, assim como você, é um profissional que está em defesa dos possíveis direitos de seu cliente. Não é um inimigo ou alguém que merece desprezo.
Quando for começar a conversa, evite qualquer tema que seja relacionado à lide. Procure dialogar sobre eventos do cotidiano, temas que possam ser de interesse dos dois. O nome disso é quebrar o gelo e sempre funciona.
Durante a audiência você verá como o clima estará bem melhor do que seria sem uma boa conversa.
Uma dica adicional é não falar diretamente com a parte contrária, mas só com o seu advogado. Trata-se de uma demonstração de respeito para com o profissional. Respeito gera respeito e isso pode influenciar de forma positiva no transcorrer da audiência.

3 - Não bata boca com o juiz, nem com o outro advogado
É muito comum que audiências terminem com bate boca. A discussão pode acontecer entre os advogados ou até mesmo envolver o juiz, o que é ainda pior. Mesmo que o juiz ou advogado da parte contrária estejam se portando de forma inadequada, o bate boca deve ser evitado.
O próprio Direito prevê mecanismos legais para punir desvios ocorridos, seja por parte dos advogados ou dos magistrados. Se houver desrespeito, seja de quem for, basta pedir para que conste tudo em ata e, posteriormente, tomar as medidas cabíveis.
Adicionalmente, o advogado pode anunciar, no começo da audiência, que gravará o conteúdo. Trata-se de uma prerrogativa legal, com embasamento no Código de Processo Civil. O importante é fazer o máximo para manter a estabilidade e equilíbrio emocional, para passar segurança ao cliente durante a audiência.
Essas são dicas simples, mas que podem ajudar qualquer advogado a manter a calma durante a realização de audiências. Trata-se de um momento importantíssimo para a defesa dos interesses do cliente. Manter a calma, o raciocínio e a segurança é fundamental para alcançar bons resultados.

Fonte Desmitificando