quarta-feira, 10 de maio de 2017

POR QUE ALGUMAS PESSOAS SÃO APROVADAS EM CONCURSOS E OUTRAS NÃO? VEJA DICAS


A concorrência por uma vaga em um concurso público é grande. Os candidatos são bem preparados e muitos passam meses e até anos estudando para conseguir sua aprovação. Mas, por que algumas pessoas são aprovadas em menos tempo e outras demoram tanto?
Claro que quem inicia essa empreitada está interessado na aprovação. A perspectiva de um bom salário, segurança e a qualidade de vida deveriam ser suficientes para o candidato vencer qualquer resistência e investir totalmente no projeto.
Mas nem sempre é assim. É preciso dedicação extrema e comprometimento em um nível que nem todos conseguem. Não é à toa que algumas pessoas conquistam o que desejam, enquanto outras só desejam.

Estudar de verdade
Será que você está fazendo o máximo para ser aprovado? Porque preparação para concurso público não é um projeto “meia-boca”. Ou você realmente se dedica, ou talvez seja melhor deixar pra lá. Fazer um planejamento de horários e matérias – e cumpri-lo – é imprescindível para organizar a rotina e garantir produtividade.
Repetir diversas vezes o curso básico também pode sinalizar falta de investimento pessoal no estudo fora de aula. E a maior parte do aprendizado, acredite, acontece a partir da leitura da teoria, resolução de questões, elaboração de material para revisões, sucessivas revisões e resolução de provas. Tudo isso fora da aula, de preferência numa biblioteca. Assistir várias vezes à mesma aula não resolverá as deficiências de conteúdo. Para tanto é necessária uma postura ativa do aluno.
O QualConcurso disponibiliza questões gratuitas para auxiliar os aspirantes a um cargo público no teste dos seus conhecimentos. Ainda oferece planos com simulados adaptativos, ou seja, com questões apresentadas por nível de dificuldade e este, por sua vez, aumenta ou diminui conforme o seu número de acertos e erros. Com base nos seus resultados nos simulados, somos capazes de medir seus pontos fortes e fracos bem como o seu conhecimento nas disciplinas mais importantes.
Nossa técnica calcula o seu desempenho nas diversas carreiras existentes e traça um comparativo com o desempenho real do último convocado em cada carreira. Assim, é possível dizer em qual concurso você tem mais chance de obter sucesso.
Os simulados adaptativos mostram a sua evolução tanto por disciplina quanto por cargo. Dessa maneira, você verá seu sonho cada dia mais próximo. Caminhar um passo de cada vez rumo a aprovação é o segredo para afastar a angústia e manter a motivação nos estudos.

Especialista para quê?
Saber o que é cobrado nas provas é o objetivo do candidato. De nada adianta aprofundar demais um ponto do conteúdo e não ter domínio do conhecimento básico de outros. Por isso é importante organizar as disciplinas e estudá-las ao longo da semana (ou da quinzena), para englobar todo o conhecimento que será cobrado na prova.

Reconhecer dificuldades
Por exemplo, se você tem sérias dificuldades em uma ou mais disciplinas e não faz nada para resolver isso, deixando-as à margem dos estudos, esse será sempre o seu ponto fraco – e possivelmente o motivo do insucesso – nas provas. A sensação em relação às matérias mais difíceis é a de que são enfadonhas, mas é crucial enfrentá-las. A partir do momento em que o conteúdo for compreendido, elas certamente se tornarão mais interessantes.

Respirar concurso
Para conquistar a aprovação é necessário “respirar concurso” quase o tempo todo. Mesmo os momentos de lazer serão limitados e controlados pela programação de estudo. Isso acontece em qualquer projeto importante. Então, se você anda ocupado com eventos e festinhas que vão acontecer, algo está seriamente errado. Esse não é o foco do momento.

Vale fazer essa prova?
Viajar para prestar um concurso que, mesmo se aprovado o candidato não pretende assumir, representa perda de tempo, gasto financeiro e um desvio de energia que poderia ser investido na continuação do estudo. Funciona mais como uma desculpa de que se está investindo na preparação, mas não é real.

Momentos difíceis
Quase todo mundo passa por algo bastante ruim durante a preparação, e isso pode variar de questões financeiras, cobranças pela aprovação, transtornos afetivos, separações, doenças na família e até a perda de algum parente. O impacto inicial pode ser insuportável, mas é importante se recuperar e seguir no objetivo. Afinal, a vida sempre segue seu curso. Mesmo sendo muito doloroso, perceber que está indo em direção ao que se quer ajuda a recuperar aos poucos a sensação de sentido na vida.

Resultado da prova
Você examina objetivamente o resultado das provas que faz, buscando possíveis falhas em você (e não na banca examinadora)? Esse é um recurso muito útil para melhorar a preparação em todos os aspectos. Mas é preciso coragem para ter humildade e ver onde estão os erros a serem corrigidos.
E mais: se não for aprovado em algum concurso, não gaste tempo com reclamações em relação a gabaritos incorretos e injustiças da banca. Isso, às vezes, acontece mesmo, mas o jeito é seguir estudando e melhorar a pontuação na próxima prova, para ser aprovado independentemente de contratempos na correção. Ficar parado reclamando não vai mudar a sua vida nem trazer a aprovação.
Concluindo, não há problema algum em cometer erros. Mas repetir os mesmos erros em vez de percebê-los pode te deixar aprisionado, sem evoluir. E a aprovação demora muito a chegar.
Por outro lado, é importante ficar atento às armadilhas do caminho e seguir sempre adiante, assim você certamente chegará onde deseja no menor tempo possível.

Fonte www.qualconcurso.com.br