quarta-feira, 16 de maio de 2018

DEZ DICAS PARA EVITAR A SÍNDROME DO OLHO SECO

Quem passa muito tempo diante do computador precisa controlar uma série de variáveis

Os olhos exigem proteção quando ficam muito tempo expostos à tela do computador AFP

O uso do computador por longos períodos, no trabalho, na hora do estudo ou nos momentos de lazer, fez crescer a incidência da Síndrome do Olho Seco: ela acomete entre 50% e 90% das pessoas que passam muito tempo diante da máquina, especialmente aquelas que ficam em ambientes com ar-condicionado. Não por acaso, ela é chamada também de Síndrome da Visão de Computador.
O problema pode causar cansaço físico, declínio da produtividade, aumento de erros e, muito frequentemente, problemas na visão, que vão de coceira nos olhos até irritações graves.
— A pessoa que fixa os olhos no monitor por muito tempo acaba piscando menos e ressecando os olhos. Como as lágrimas são essenciais para a saúde dos olhos, outros problemas podem surgir, comprometendo a visão — diz o oftalmologista Renato Neves, diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos, de São Paulo.

Uma série de dicas para ajudar a evitar a síndrome:
— Evite o excesso de iluminação: no ambiente de trabalho, o ideal é reduzi-la pela metade quando estiver no computador. Em ambientes com iluminação natural, controle a claridade com as cortinas ou persianas. E, de preferência, posicione sua estação de trabalho de modo que a luz incida lateralmente sobre ela.

— Instale uma tela antirreflexo no monitor e dê preferência a tons pastéis e focos nas paredes. O brilho excessivo, produzido pela tela do computador e por superfícies planas, cansa os olhos.

— Escolha telas com pelo menos 19 polegadas, se possível, que dão maior sensação de conforto aos olhos.

— Ajuste o monitor sempre que julgar necessário, em termos de brilho, tamanho, definição, contraste e cor. O fundo da tela não deve ser nem tão claro nem tão escuro, o tamanho das letras deve ser tal que não requeira esforço na hora da leitura e o contraste deve ser confortável para os olhos. Aliás, conforto é a palavra de ordem.

— Dê preferência a monitores de LCD, que cansam menos a vista, por já virem com superfície antirreflexo e terem melhor definição de imagens.

— Pisque, pisque bastante. “Piscar é um santo remédio para a vista cansada e pode evitar crises de olho seco, já que, ao piscar, você lubrifica os olhos e previne também a irritação ocular. Quando estiver trabalhando ou estudando diante do computador, procure parar um pouco para piscar várias vezes seguidas, olhar para longe e para os lados, e só depois volte ao trabalho. Faça isso várias vezes ao dia”, diz o médico.

— Faça pausas longas a cada duas horas de uso do computador. Assim, você poderá descansar a vista, relaxar o pescoço, alongar o corpo, esticar as pernas, beber água e depois voltar com mais disposição, e olhos descansados, ao trabalho.

— Pense em ergonomia: quando estiver passando para o computador um texto escrito ou impresso em papel, acomode-o ao lado do monitor, direcionando uma luminária para as páginas, mas sem deixar que ela reflita muito brilho de volta para os olhos. E, enquanto trabalha, certifique-se de que o centro da tela está pouco abaixo da linha dos olhos. Caso não esteja, considere aumentar a altura da tela pondo alguns livros, por exemplo, sob o monitor.

— Consulte seu oftalmologista a respeito do uso de óculos apropriados para trabalhar no computador. E, se já usar óculos, esteja certo de que eles têm lentes antirreflexo.

— Faça um check up dos olhos uma vez ano. A dica é válida principalmente para quem tem mais de 40 anos, problemas de visão ou histórico familiar de quadro de olho seco.

Fonte O Globo Online