quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

3 ESTRATÉGIAS PARA EQUALIZAR A VIDA PESSOAL E O TRABALHO


A sexta-feira está chegando ao fim e minha lista de coisas a fazer ainda está longe de acabar. Certamente uma parte dela ficará para segunda-feira. Enquanto penso em terminar o trabalho, várias atividades do fim de semana já passaram pela minha cabeça. Outra lista que certamente não será concluída em dois dias. Você está assim como eu? Muita gente tem dificuldade de balancear a vida pessoal e o trabalho.
Em artigo para a revista Inc, a empreendedora e investidora Maura McCarthy lista três estratégias importantes que devemos considerar para não surtar de tanto trabalhar:

1. Ligue os pontos entre o pessoal e o profissional
Parece lugar-comum e de fato é: fazer algo que você realmente ama é fundamental. Tenha a certeza de que seus talentos e suas habilidades são usados em seu trabalho. No melhor dos casos, seus principais talentos – aqueles que fazem parte da sua vida com a família, os amigos e incluem também os seus hobbies – são aplicados ao seu trabalho. Se você ainda não está nesse ponto, pode tentar fazer pequenas mudanças. Uma delas é se envolver em projetos que aumentam a satisfação pessoal. Quando alguém trabalha com paixão, a produtividade é maior, as ideias brotam com facilidade e os efeitos são contagiantes.

2. Use um lembrete visual
Perder-se no emaranhado de coisas a fazer é fácil, especialmente se seu trabalho for altamente estressante, com pessoas a gerenciar e muitos problemas cheios de detalhes para resolver. Estudos mostram que lembretes visuais podem ser altamente motivadores. Por isso, encontre um e coloque-o num lugar de destaque. Pode não ser simples encontrar a melhor imagem motivacional para você, mas ela pode estar em muitos lugares. Maura McCarthy diz que certa vez parou para comer um pedaço de pizza e viu na caixa da pizzaria uma mensagem que destacava a missão da empresa. Ficou impressionada. Rasgou parte da tampa da caixa e a levou para o escritório. Ainda guarda a frase em cima da mesa. Estar sempre em contato com o que nos inspira é essencial para manter a energia necessária para o trabalho – e para motivar quem trabalha com você.

3. Crie oportunidades para que você e seus funcionários vejam o resultado direto do trabalho
É claro que você não pensa nisso enquanto revê um orçamento do mês às 11 horas da noite. Mas ter uma experiência na linha de frente do negócio é importante para tornar mais clara sua missão principal. Um exemplo prático: uma entidade sem fins lucrativos faz um rodízio entre os funcionários para que todos possam ser seus embaixadores em diversas situações. Assim, eles vão a campo, representam a empresa e veem seu impacto direto nas atividades que ocorrem em países em desenvolvimento. Você pode fazer algo menos ambicioso. Pode mandar seus funcionários a eventos, representando a empresa. Quem não sai de sua mesa do escritório, não vê o negócio por todos os ângulos para entender de fato por que está (e quer estar) lá. Esse, certamente, é um investimento na carreira e para a felicidade.

Por Renata Leal
Fonte Papo de Empreendedor