sábado, 3 de junho de 2017

COMO ELIMINAR O MAU HÁLITO DE UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO


Não é nenhuma novidade que os animais fazem bem à saúde, mas às vezes chamamos nosso pet para fazermos aquela festa, ai vem a surpresa, com a alegria do animal vem o mau cheiro que exala de sua boca. Mau hálito não é uma exclusividade de seres humanos, o animal de estimação também é suscetível a este mal que pode ter causas alimentares ou apenas falta de cuidado.
Caso tenha sido observado mau hálito em seu animal de estimação deve-se procurar saber as causas, é recomendável procurar um profissional especializado. O mau hálito normalmente surge na falta de cuidados da boca e dentes de seu pet. O mau cheiro pode ser causado por doenças relacionadas a gengiva, tártaro, placas bacterianas ou a demonstração de um processo infeccioso ou doença não visível e relacionadas ao metabolismo do animal.
A principal causa de mau hálito em animais de estimação esta relacionada a gengivite, doença causada pela infecção entre o dente e a gengiva, se identificada a tempo pode ser reversível. Outra doença infecciosa pode ser a periodontite, processo infeccioso que afeta a região periodontal que dependendo do estágio pode causar perda de ossatura alveolar, levando a queda de dentes.
Normalmente o cheiro forte de animais é relacionado somente com alimentação ou locais onde eles costumam brincar ou ficar muito tempo. Os cuidados com a saúde do animal incluem prevenção, tanto da parte alimentar quando dos dentes.
Prevenir é mais barato do que tratar, isto pode ser feito a partir de simples cuidados no dia a dia, que vão desde alimentação até a acomodação dos animais.

Identificando Causas
Se sentir cheiro estranho vindo de seu animal de estimação procure identificar as causas visíveis. A  saúde bucal de seu animal pode ser acompanhada seguindo duas dicas:
1. Com cuidado examine os dentes e a boca de seu animal de estimação, verifique se existem manchas escuras ou amareladas nos dentes. Seja cauteloso pois mesmo um animal pequeno tende a dificultar este tipo de exame;
2. Verifique a existência de sinais de inflamação nas gengivas. Inflamações crônica podem levar a queda de dentes e fazer com que o animal pare de comer;
Caso não consiga observar nada anormal e o mau hálito persistir procure um profissional especializado.

Como tratar o mau hálito de seu pet
Identificando-se o problema fica mais fácil saber o que fazer, caso tenha levado o animal para um profissional ele irá lhe dizer o que deve ser feito ou realizará os procedimentos em seu consultório.
Agora, se foi identificado que o problema é tártaro ou placa bacteriana, isto às vezes pode ser resolvido de forma caseira a partir de escovação.
O ideal é levar há um profissional especializado para que ele possa examinar melhor o animal e realizar os procedimentos necessários para limpeza.

Para cuidar e prevenir a saúde bucal de seu animal de estimação
· É recomendável sempre alimentar seu animal de estimação com rações próprias, os alimentos prontos custam um pouco mais caro, porém, a partir deste tipo de alimentação evitam-se doenças alimentares;
·  Mantenha os recipientes de alimentação em lugares secos e longe da umidade, devem estar sempre limpos e evitar que o animal coma rações úmidas ou mofadas; 
· Deixe o animal de estimação praticar exercícios, isto o mantém saudável e menos suscetível a doenças; 
·   Escove os dentes de seu animal de estimação com frequência. Procure em lojas do ramo escovas e cremes dentais próprios; 
· Deixe o animal brincar com brinquedos que ajudam a limpar os dentes, como ossos de nylon ou corda; 
·   Para gatos deve-se tomar um cuidado especial, pois estes tendem a se limpar, tornando-os mais suscetíveis a doenças; 
· Visitas ao veterinário são extremamente recomendadas, a opinião de um especialista poderá evitar vários problemas e identificar causas invisíveis aos olhos de leigos; 
·  Atenção!  Se gosta de animais de estimação leia sobre eles, entenda o seu comportamento e conheça suas necessidades, um pouco de conhecimento sobre qual tipo de animal está lidando, poupa muita dor de cabeça. Animais tem preferências e comportamentos diferentes de acordo com a raça e porte.

Fonte Animais de 4 patas