domingo, 21 de maio de 2017

VOCÊ CRIA A SUA PRÓPRIA REALIDADE

Colapso de onda na Física Quântica

O todo manifesto existe através de possibilidades e escolhas que fazemos individual e coletivamente.
O modo como observamos o mundo que nos cerca é a escolha da realidade na qual desejamos estar inseridos... Nós, como observadores ativos que somos e criadores de realidades, estamos entrelaçados ora como tais observadores, ora como efeitos físicos das nossas próprias crenças e criações, inclusive sobre nós mesmos, o que inclui nossos corpos físicos, saúde etc.
A todo tempo estamos simultaneamente interpretando as mais diversas situações e possibilidades, a nós mesmos e a tudo o que existe como se fossemos parte de um computador cósmico que processa dados concretizando-os na realidade física.
Todas as possibilidades estão ocorrendo simultaneamente, porém, ainda como ondas. Quando focamos a nossa atenção na realidade externa, automaticamente escolhemos uma das possibilidades concebendo-a como "real". A partir desta escolha, o que está em formato de onda, materializa-se a ponto de podermos experimentar como experiência de vida. O que concebermos como possível de existir, é filtrado pela nossa maquina biológica onde os transistores, nada mais são do que os nossos órgãos dos sentidos.
O que se passa dentro de nós é processado a ponto de criar e dar uma forma de acontecimento no mundo externo. Toda geração de qualquer realidade que seja, portanto, está totalmente relacionada e na maioria das vezes, reduzida aos padrões de crenças daqueles que as criam. Em resumo, apenas se materializa, ou seja, colapsa na matéria, aquilo que damos conta de conceber como real.
O processo de autoconhecimento aqui torna-se a ferramenta mais importante e poderosa de todos os tempos possíveis e imagináveis. É através do estudo da consciência que podemos nos libertar de padrões que nem sempre são bons e que ininterruptamente podem estar se manifestando como realidades indesejáveis para nós mesmos apenas por que não sabemos dar o salto quântico para efetivamente concebermos que o diferente do usual, apesar de ainda desconhecido, pode ser melhor do que o lugar viciado onde se está.
Para compreender mais a veracidade dessa teoria da física quântica, sabe-se que objetos na verdade são ondas que se confirmam como tal quando são vistas através de microscópios altamente potentes. Como ondas e de acordo com as leis da física quântica, portanto, probabilisticamente, também podem estar em vários lugares ao mesmo tempo.
Ainda de acordo com este conceito, a consciência, ou seja, o observador é quem causa o colapso dessas ondas de possibilidades escolhendo a manifestação concreta dos objetos e eventos na realidade em que esta com a atenção focada e materializada. Por mais difícil que se possa conceber, de acordo com a física quântica, um objeto só se manifesta no tempo-espaço tridimensional se observado.
O modo como o mundo se apresenta a nós está totalmente interrelacionado com o que concebemos ser viável. Portanto, se abrirmos nossas mentes para concebermos realidades inimagináveis como sendo passíveis e possíveis de existirem, as mesmas poderão colapsar aqui neste plano de modo palpável. Se não ousarmos conceber a existência diferentemente do que temos feitos ao longo dos séculos, apenas vivenciaremos variações de cenários, mas sempre com os mesmos temas e assim iremos nos repetir indefinidamente. Dores, doenças e mortes variarão de cenários e de nomeações, mas continuarão existindo.
Por Silvia Malamud