domingo, 30 de julho de 2017

VIBRAÇÃO DAS SEQUÊNCIAS NUMÉRICAS DE GRABOVOI


Cada um de nós é capaz de ouvir a batida do coração. Dentro do nosso corpo, cada célula tem seu próprio ritmo, e este é diferente para um conjunto de células. Ao nível dos órgãos, que representam um conjunto de concentrações de múltiplas células, há um outro ritmo. Há também, um ritmo diferente no nível das relações entre os vários órgãos. Por esta razão, o corpo pode ser comparado a uma orquestra. Durante uma interpretação musical, cada órgão que compõe a orquestra não deve produzir um som fora da sintonia. O mesmo é verdadeiro para o corpo humano; o som produzido pelo mesmo deve ser harmonioso.
Se qualquer órgão, ou qualquer relação, durante o seu funcionamento se desvia da norma, começa a dissintonia, e isto resulta no aparecimento de uma doença. E, neste caso, cada indivíduo, assim como um bom maestro, irá realizar um movimento com sua batuta para restaurar o som harmônico adequado.
É possível também encontrar o ritmo que, à primeira vista, não parece óbvio. Vamos olhar para o arco-íris que às vezes aparece no céu depois da chuva. Você vê cores brilhantes, ricas, vivas. Mas o que são estas cores a partir do ponto de vista científico? A nossa percepção de uma cor em particular ocorre como um resultado da influência de uma onda eletromagnética, a uma certa frequência. A frequência de oscilação presente na seção do roxo do espectro visível, é cerca de duas vezes a frequência da vibração presente no espectro vermelho. Este fato mostra que, por trás desta diferença na percepção das cores, estão localizadas as diferentes frequências de vibração.
Na percepção dos números, bem como na percepção das cores, não é de modo algum óbvio que elas têm uma estrutura vibratória. E é bem conhecido o fato de que cada cor corresponde a uma frequência de oscilação específica. E com os números, nesta condição, também podemos detectar o mesmo fenômeno. Atrás de cada número, há uma estrutura vibratória correspondente. O mesmo pode ser dito para a sequência numérica. A este respeito, cada série numérica pode ser considerada como uma certa combinação de números.
Retornando momentaneamente para as cores do espectro mencionado acima, deve-se notar que a ciência e a tecnologia tem uma vasta experiência em usar combinações destas cores. Tomemos, por exemplo, a televisão a cores. Todas essas cores visíveis na tela, são obtidas pela mistura de apenas três cores: Vermelho, verde e azul. Cada uma destas cores varia no brilho de acordo com as imagens a serem transmitidas. Mesmo numa orquestra, cada instrumento individual tem seu som e outro diferente no conjunto. Cada par do espectro de cor fornece o seu efeito. Esta condição também é semelhante ao da série numérica.
Uma combinação correta de dígitos, contribui para o desempenho de eventos favoráveis, para a criação de harmonia. E é precisamente nesta característica de correta combinação de várias figuras que está baseado este método de cura. Já mencionei o fato de que, em caso de doença, a correta sequência numérica, leva à recuperação ou o correto funcionamento do organismo.
Agora que está ciente do fato de que cada número, e qualquer sequência numérica, corresponde uma estrutura vibratória específica, o método de cura a ser utilizado pode ser descrito de outro modo. A sequência numérica correta induz o corpo a restaurar sua operação normal, e isto ocorre simplesmente pelo fato de que a estrutura vibratória desta sequência numérica ser, em si mesmo, a mesma frequência da Norma. Por isso se destaca a necessidade de corrigir o som. A concentração em uma sequência numérica é equivalente, de alguma forma, a levar sua estrutura a se sintonizar novamente. Isso ocorre exatamente como afinar os instrumentos musicais por meio do uso do diapasão.
Por Angelo Vitale