quarta-feira, 29 de março de 2017

INTERNET - E-MAIL E INSTANT MESSAGING

Saiba identificar golpes virtuais que usam e-mail para roubar informações

Proteja-se das mensagens indesejadas que trazem conteúdos maliciosos, identificando os chamados phishing scams.
Além de lhe custarem um tempo precioso e testarem sua paciência, os spams, em muitos casos, são utilizados para aplicar golpes virtuais, trazendo programas maliciosos e links para páginas falsas.
Os criminosos virtuais podem usar esta estratégia para roubar dados pessoais e financeiros das vítimas ou até para fazer do computador uma máquina zumbi, que pode ser usada, por exemplo, para propagar mais spams.
Portanto, fique atento e não se deixe enganar pelos spams maliciosos, conhecidos como scams.
Aprenda a reconhecer este tipo de fraude, com as dicas da Cartilha de Segurança do Cert.br (Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil):
* Leia atentamente a mensagem. Normalmente, ela conterá diversos erros gramaticais e de ortografia.
* Os fraudadores utilizam técnicas para ofuscar o link verdadeiro para o arquivo malicioso, apresentando o que parece ser um link relacionado à instituição mencionada na mensagem. Ao passar o cursor do mouse sobre o link, será possível ver o real endereço do arquivo malicioso na barra de status do programa leitor de e-mails, ou browser, caso esteja atualizado e não possua vulnerabilidades. Normalmente, este link será diferente do apresentado na mensagem;
* Qualquer extensão pode ser utilizada nos nomes dos arquivos maliciosos, mas fique particularmente atento aos arquivos com extensões ".exe", ".zip" e ".scr", pois estas são as mais utilizadas. Outras extensões freqüentemente utilizadas por fraudadores são ".com", ".rar" e ".dll".
* Fique atento às mensagens que solicitam a instalação/execução de qualquer tipo de arquivo/programa.
* Não clique em nenhum link enviado por e-mail. Se suspeitar que a mensagem possa ser verdadeira, entre diretamente, pelo navegador, na página da instituição que supostamente a enviou ou faça um contato por telefone. Na maioria dos casos, você vai observar que não é política da instituição enviar e-mails solicitando seus dados pessoais e, principalmente, contendo arquivos anexados.
* O remetente nunca deve ser utilizado como parâmetro para atestar a veracidade de uma mensagem, pois pode ser facilmente forjado pelos fraudadores.
* Mantenha softwares de antivírus, anti-spyware e firewall atualizados no PC, para se proteger das spams pragas virtuais que chegam à sua caixa de entrada.

Por Daniela Moreira
Fonte IDG Now!