sábado, 5 de maio de 2018

APRENDA A FAZER A HIGIENIZAÇÃO CORRETA DOS OLHOS DO GATO

A limpeza é importante para evitar acúmulo de sujeira e o surgimento de infecções; saiba como fazer

Os gatos são animais muito preocupados com a questão da higiene. Passam boa parte do dia se lambendo na intenção limpar e pentear os pelos.  No entanto, não são todas as partes do corpo que ele consegue limpar sozinho, como os olhos e as orelhas. No caso dos olhos do gato, a região precisa de bastante cuidado por ser sensível e delicada.
Dessa forma, fica sob responsabilidade dos donos limpar essa zona. O lado ruim é que existe uma grande chance do bichano não se mostrar receptivo e você ter dificuldades durante a limpeza. Então, aprenda a higienizar corretamente os  olhos do gato  e não sofra mais com esse momento.

Por que é importante limpar os olhos?
Como em qualquer ser vivo, os olhos são uma região importante e bastante delicada. Ao longo do dia, principalmente após as sonecas, forma-se remela. Se estiver branca, durinha e fora dos olhos, é considerado normal. Porém, se não for limpa regularmente, começará a formar grandes crostas de sujeira.
Em longo prazo, esse acúmulo de remela pode causar infecções e problema oculares graves, levando à cegueira. Por isso, para evitar que isso aconteça, higienize bem e constantemente os olhos do bichano desde filhote.

Materiais necessários
Antes de iniciar a limpeza, é bom ter em mãos todos os materiais necessários. Assim, evita que o gato fuja enquanto você procura pelos produtos pela casa. É melhor se precaver com antecedência. 
·  Algodão ou gaze
·  Água
·  Sal
·  Pano
·  Toalha
·  2 xícaras
·  Petiscos

Hora da limpeza
Após estar com todos os materiais em mãos, inicie a limpeza. Primeiro, ferva a água para eliminar qualquer impureza e encha as duas xícaras. Adicione uma colha de chá de sal e misture. Deixe o líquido esfriar até chegar na temperatura ambiente.
A primeira etapa da limpeza é envolver o gato gentilmente numa toalha, evitando que ele fique nervoso, arranhe o dono e escape. Caso seu bichano seja muito calmo e paciente, dispense a toalha e peça para alguém segurá-lo.
Em sequência, pegue um chumaço de algodão ou gaze e molhe na água de uma das xícaras. Com movimentos suaves, retire as crostas e a sujidade acumulada em um dos olhos. Evite tocar no olho em si e limpe apenar ao redor, pois isso pode provocar dor. Se precisar, utilize mais algodão ou gaze para limpar completamente a região. Lembre-se de umidecer sempre na mesma xícara.
Finalizado um dos olhos, pegue um novo chumaço de algodão ou gaze e molhe na outra xícara. Assim, estará evitando transmitir infecções de um olho para o outro. Limpe da mesma maneira que foi ensinada anteriormente. Após terminar, utilize o pano para secá-los.
No final da higiene, libere o gato e entregue um petisco a ele. A comida será uma recompensa por ter sido paciente durante a limpeza e para nas próximas vezes ser mais receptivo. Ele precisa compreender que, apesar do sofrimento, receberá algo em troca no fim.
Se não conseguir limpar sozinho, seja porque o gato não deixa ou por receio, procure a ajuda de um profissional. Ele saberá como acalmar o animal ou te ensinar para higienes futuras. Durante a limpeza, se notar algum tipo de reação anormal nos olhos, como inchaço, pus, secreções, dificuldades para abrir, consulte o veterinário.

Frequência da limpeza
É conveniente limpar os olhos do seu gato duas vezes por semana, mas se por acaso o seu pet acumular muita sujidade nesta zona, será bom fazê-lo diariamente. Algumas raças, sobretudo os chamados braquicéfalos, também precisam de limpeza todos os dias.
Os braquicéfalo, geralmente, acumulam muitas lágrimas por terem a cabeça ampla e um nariz achatado. É o caso dos persas, Devon Rex e Himalaio. Então, para evitar o acúmulo de remela e prevenir infecções nos olhos do gato , recomenda-se a higiene diariamente.
  
Fonte Canal do Pet - iG