sexta-feira, 11 de agosto de 2017

GRAMA PARA GATOS - ENTENDA A RELAÇÃO DOS BICHANOS COM A GRAMA

Saiba por que comprar grama para o seu gato pode ser uma boa ideia se você não tem um jardim

Se você tem um jardim com um gramado em casa e também um gato, não é estranho ver o bichano brincando com a grama feliz da vida. Para os gatos, a grama é divertida e bastante saudável, e eles sempre vão gostar de brincar em espaços verdes.
Com seus característicos banhos a base de lambidas, os gatos são conhecidos por serem animais domésticos muito higiênicos, mas apesar deles gostarem de se lamber, o pelo que se solta com as lambidas fica preso no estômago e no intestino, criando bolas de pelo que podem ser prejudiciais a saúde de seu gato. Eles acabam vomitando essas bolas de pelo, e a grama ajudará a desobstruir o instestino e o estômago do seu bichano.
A fibra vegetal da grama faz um papel incrível na remoção das bolas de pelo do intestino do gato, e por isso esses animais institivamente vão atrás da grama. A grama para gatos deixa os animais mais calmos, pois o sistema digestivo deles começa a funcionar melhor, e a fibra vegetal também possui nutrientes que fazem bem para a saúde do pet.

 Faça você a grama para o seu gato
Se o seu gato não tem acesso a um jardim, existe a opção de fazer um espaço de grama para ele brincar e comer. A receita é fácil: compre um vaso do tamanho que julgar melhor e plante a grama, que pode ser natural ou comprada em uma loja.
Existem várias plantas que podem fazer a grama natural no vaso, como o capim ou a grama de milho. Já no caso da planta comprada em uma loja é feita de sementes próprias para o consumo dos gatos.
Se você tiver vários gatos, pode ter vários vasos ou um vaso grande, para que todos possam brincar e aproveitar os benefícios que a grama para gatos traz.

Preste atenção no que seu gato está comendo
Tenha certeza de que nada do que cresce no seu jardim pode ser tóxico para o gato, causando reações alérgicas ou até mesmo levando o bichano a morte. Algumas plantas proibidas para os felinos: Babosa, Hera, Lírio, Hortênsia, Costela-de-Adão, Copo de Leite, entre outras.
 Se o seu gato ingerir uma planta tóxica, o melhor é levá-lo diretamente para o veterinário, pois certas plantas são extremamente danosas para o gato, que pode ficar severamente doente se não for tratado com rapidez.

Fonte Canal do Pet - iG