segunda-feira, 12 de junho de 2017

ADVOCACIA PREVENTIVA: UM PASSO À FRENTE NO SUCESSO DO EMPREENDEDORISMO


Quando se pensa em advocacia o que se vislumbra é atuação perante o judiciário buscando a solução de uma lide ou de uma intercorrência.
Contudo, a visão moderna de advocacia se pauta em uma advocacia que busca o controle de riscos e principalmente a diminuição de prejuízos e aumento de ganhos para o empresário por meio de ações preventivas desenvolvidas pelo advogado, nas diversas áreas que envolve a atuação do cliente, seja ele pessoa física ou jurídica.
A advocacia preventiva se tornou, sem dúvida alguma, um grande investimento que, traz benefícios incontáveis, gerando mais segurança e economia, posto que o caráter antecipatório desta iniciativa busca abordar questões jurídicas e fornecer orientações preventivas com o intuito de evitar possíveis demandas judiciais e extrajudiciais.
Vislumbra-se grandes vantagens para o empreendedor esse tipo de assistência jurídica, já que em nossa atual economia é necessário pensar em cada detalhe na gestão empresarial para manter-se no mercado, e lidar com os detalhes, é uma das funções da advocacia preventiva.
A empresa que diminui a quantidade de ações judiciais contra si, tem maior lucro, negocia melhor, constrói uma melhor imagem e estabelece relações mais saudáveis e seguras com seus trabalhadores. Não há como negar que esta empresa estará à frente de suas concorrentes.
Pensando em uma visão diferenciada na condução do negócio empresarial é que se apresenta a advocacia preventiva, que com sua atuação pró-ativa traz grandes benesses ao empreendedor, dentre elas a diminuição de custos já que proporcionará um a grande economia ao empresário.
Essa atuação preventiva do profissional do direito, vai desde a orientação para elaboração documental correta pelo departamento pessoal, análise de contratos, viabilização na participação em licitações, redução de prejuízos em demandas trabalhistas, bem como planejamento tributário e fiscal, o que neste caso pode gerar ao empresário uma economia considerável no pagamento de tributos e o resgate de créditos tributários pagos indevidamente no decorrer dos anos.
Ainda, na esfera empresarial, há a vantagem da advocacia preventiva no planejamento societário e sucessório, sempre com o objetivo de assegurar ao empresário uma maior prosperidade e longevidade na sua atividade empresarial.
As prevenções propiciadas por essa advocacia, pode ir além da pessoa jurídica e atuar de modo a fornecer ao empresário orientações que certamente facilitarão sua vida pessoal.
Insta salientar que, diferente da visão comum de que a assessoria de um profissional jurídico é necessário apenas em grandes empresas, o pequeno/médio empresário que conta com uma assessoria jurídica de qualidade, tem mais possibilidades de crescer, vez que será orientado a tomar decisões mais acertadas e adotar passos mais corretos na execução dos fins que pretende.
O empresário que possui uma assessoria jurídica preventiva, tem possibilidades de estar a frente dos demais empresários, já que suas decisões são pautadas em orientações de profissionais, que possibilitam uma melhor gestão de seu empreendimento.
Verifica-se assim, que as vantagens da advocacia preventiva são inúmeras e valem o investimento, pois permitirá que o cliente tenha mais tranquilidade no exercício de suas atividades, já que estará amparado no dia a dia a tomar as melhores decisões para o seu negócio, aumentando as chances do empreendimento prosperar e não se fragilizar com intercorrências não esperadas.

Por Eber Coloni
Fonte JusBrasil Notícias