terça-feira, 27 de junho de 2017

SEUS CONTATOS AJUDAM OU ATRAPALHAM A CARREIRA? SAIBA FAZER BEM O NETWORKING


Um estudo da Universidade Columbia de Nova York mostrou que com quem você se relaciona na internet pode ajudar em movimentos sociais, os ambientes que cada profissional frequenta, como academia de ginástica, restaurantes, cursos, grupos de negócios, festas de lançamentos de produtos em empresas etc.
Segundo a pesquisa, as pessoas são mais influenciadas por amigos que já conhecem e pelos amigos dos amigos do que por amigos que não dividem o mesmo círculo social.
Isso quer dizer que, dependendo do ambiente que circula, você pode ter acesso a mais oportunidades que outras pessoas.
Até aí, sem novidades. Desde que o mundo é mundo, todos sabem que as conexões e amizades são cruciais para crescermos na vida.
Isso não significa, porém, que deva adicionar e se conectar com qualquer profissional que julga ser conveniente para sua escalada social. O despreparo e oportunismo arranham sua reputação perante o mercado.
Sua reputação é seu ativo mais valioso, seja no campo profissional ou no pessoal, portanto, desenvolva relacionamentos duradouros e verdadeiros.

Networking não é amizade
Observa-se em alguns profissionais que amizades e a troca de "gentilezas corporativas" está sendo mal interpretada. A premissa básica do networking é a de uma relação puramente profissional, não tem nada a ver com amizade.
Estamos cercados de profissionais que acionam sua rede de contatos somente quando ficam desempregados.
Não é assim que se ativa suas conexões. O processo é cíclico: deve-se começar aos poucos, dar e receber. Depois, usar o próprio crescimento para expandir seus contatos à medida que for tendo sucesso.
Trate, portanto, de causar a melhor primeira impressão que puder, mostre que se importa com os outros e trabalhe para construir uma boa imagem. Assim, todo mundo vai querer entrar na sua rede.
O fato é que, na vida, estamos todos no mesmo barco e tudo o que se consegue é com a ajuda das pessoas. É inteligente, portanto, se empenhar na construção de relacionamentos benéficos. Relacionamento se faz em casa, na família, no trabalho, na comunidade, em toda parte.
Se você está cultivando bons relacionamentos, continue. Se não está, comece imediatamente. Para receber, é preciso dar. A vida tem suas estações, assim como você! Seja prudente e mantenha o foco na qualidade, não na quantidade de relacionamentos.
O bom profissional faz a diferença e brilha, não porque está sendo observado pelos outros, mas porque se observa o tempo todo.
É importante reparar que o meio em que vive o influencia. E no seu caso: o que tem o influenciado na construção dos seus relacionamentos?

Por Daniela do Lago
Fonte UOL Economia