segunda-feira, 17 de abril de 2017

MANUAL PARA ENFRENTAR VOOS DE LONGA DISTÂNCIA


O site Business Insider reuniu algumas dicas que podem ajudar quem vai enfrentar a longa jornada em um assento da classe econômica, sem os mimos e o conforto da primeira classe ou da executiva. Este guia vai desde a véspera da viagem até a última hora de voo. Confira algumas das indicações:

Um dia antes
Este pode ser o momento para consultar a companhia aérea e tentar melhorar sua viagem com um upgrade para uma classe econômica premium, executiva ou até mesmo uma primeira classe. Se as condições forem favoráveis e a tentativa for bem-sucedida, isso obviamente vai tornar a longa viagem muito mais agradável.
Se o que restar for mesmo a econômica, não deixe de reservar o assento que melhor atenda as suas necessidades de viajante: janela ou corredor, mais à frente ou no fundo do avião, com espaço extra para as pernas, etc.

Horas antes do voo
Não é necessário chegar com muita antecedência ao portão de embarque, porque ninguém merece esperar em uma longa fila antes de um voo demorado. “Esteja no portão na hora indicada no cartão de embarque e fique atento às telas de informações do aeroporto para o caso de qualquer mudança no voo”.

Durante o voo

Alimentação
Escolher com cuidado o que ingerir durante um voo de longa duração é essencial. O Business Insider cita estudos segundo os quais carboidratos leves ajudam a evitar ou minimizar os efeitos do jet lag. Exemplos de refeições indicadas: espaguete, aveia, pão integral.
Outra dica relacionada à alimentação é: leve lanchinhos para quando a fome bater e não houver previsão de nenhum serviço de bordo para os momentos seguintes. Neste caso, como a intenção é manter a saciedade por algum tempo, o bom é consumir alimentos ricos em proteína, como queijo, iogurte, amêndoas.
Se você quiser ter sua refeição servida antes dos outros passageiros, uma estratégia pode ser solicitar um prato especial – como fazem os vegetarianos, por exemplo. Para isso, é preciso verificar antes da viagem quais as opções disponíveis na companhia aérea.
Em tempo: não coma demais durante o voo.

Bebidas
O ar seco a bordo deixa as pessoas desidratadas, por isso, é importante ingerir água com regularidade. Não espere sentir sede para pedir água ao comissário de bordo. Evite bebidas com cafeína e, se for ingerir bebidas alcoólicas, não exagere. Nunca misture álcool com remédios.

Roupas e sapatos
Esqueça roupas apertadas: a opção pelo conforto deve ser priorizada no figurino para o um voo de longa distância. Também é útil vestir-se “em camadas” para estar pronto para várias temperaturas a bordo. “Não use apenas uma camiseta e leve um casaco pesado. Em vez disso, vista uma camiseta, um suéter e considere levar também uma jaqueta, só pra garantir”, aconselha o Business Insider. Uma peça muito usada no dia a dia pelas mulheres é um curinga para voos longos: a echarpe serve não só como acessório de moda, mas também como cobertor improvisado e até como apoio para a região lombar.
Meias de compressão ajudam na circulação e os sapatos devem ser de modelos fechados, mais seguros em situações de emergência, pois protegem os pés e ajudam a se movimentar rapidamente caso necessário.
Ter uma peça de roupa limpa à mão para trocar antes da aterrissagem pode ser uma boa maneira de chegar ao destino com uma sensação de frescor.

Acessórios
Coloque em sua lista de itens indispensáveis para um voo de longa duração: travesseiro para o pescoço, máscara de dormir, creme hidratante para as mãos e protetor labial, escova de dentes e creme dental. Para ter uma poltrona com formas mais confortáveis para o corpo, lance mão da já mencionada echarpe, de um suéter, um travesseiro ou um cobertor para apoiar melhor as costas.

Barulho
Para evitar os ruídos no avião, protetor auricular ou fone de ouvido que elimine o barulho. Baixar uma seleção de músicas relaxantes ou sons de meditação também pode ajudar a dormir melhor. Se quiser priorizar o sono durante o voo, também pode ser uma boa ideia escolher um assento perto da janela, que oferece mais opções para recostar a cabeça, além de evitar ser acordado por outro passageiro que queira se levantar ou pela movimentação dos atendentes durante o serviço a bordo.

Para ficar acordado
Como haverá muitas horas livres até a chegada ao destino, também é importante pensar em como ocupar esse tempo. Cuidar do próprio entretenimento a bordo é bom. Para não depender só das revistas, programas de TV e filmes oferecidos pelas companhias aéreas, não deixe de levar livros, revistas e jogos. Também não dependa da disponibilidade de pontos de energia no avião para recarregar equipamentos eletrônicos. Confira se a bateria do seu aparelho está cheia e, se possível, leve um carregador portátil.

Outra forma interessante e saudável de ocupar o tempo é se exercitar. Uma caminhada pelo corredor do avião ajuda a esticar as pernas, mas há também exercícios que podem ser feitos no próprio assento, como rotação dos pés, pescoço e ombros, levantar os joelhos, os calcanhares, alongar as costas.
Seguindo essas dicas, você aumenta as possibilidades de chegar com mais disposição ao destino depois de quase um dia inteiro dentro de um avião.

Fonte UOL Economia