sábado, 1 de julho de 2017

PROTEJA SEU PET DA POLUIÇÃO E DO AR SECO

Dicas simples minimizam o incômodo de cães e gatos nesta época

 Cão e gatos sofrem com ar seco

A falta de chuva faz com que a poluição fique mais concentrada no ar e a baixa umidade prejudica as vias respiratórias de pessoas e dos animais. Assim como acontece com crianças e idosos, nossos pets sofrem muito com este clima e precisam de cuidados especiais para manter o bem-estar e a saúde. Dicas simples podem minimizar o incômodo nesta época:

1 – Evite passeios longos ou atividade física intensa ao ar livre. O ar seco e a poluição associados à atividade física podem agravar problemas respiratórios já existentes, causar desconforto e cansaço excessivo.

2 – Mantenha água fresca sempre disponível. Troque a água do pote no mínimo duas vezes ao dia para garantir que esteja fresca e limpa, estimulando o pet a beber. Fontes de água e bebedouros acoplados em torneiras são ótimas opções para manter a água sempre fresca. Os gatos costumam ser mais exigentes neste quesito do que os cães.

3 – Coloque borrifadores de água ou umidificadores nos locais onde seu pet passa a maior parte do tempo. Isso diminui bastante o desconforto respiratório e as crises de tosse. Toalhas molhadas e bacias com água também ajudam a melhorar a umidade do ambiente. Mas fique atento: se seu pet é do tipo bagunceiro e gosta de brincar na água, posicione a bacia longe dele para evitar acidentes.

4 – Limpe a região dos olhos diariamente com algodão molhado em água filtrada ou soro fisiológico. Os olhos ficam mais sensíveis nesta época e o número de casos de conjuntivite ou agravamento de doenças oculares prévias – como o olho seco, por exemplo – aumentam consideravelmente. Existem colírios substitutos da lágrima que podem ser usados para lubrificar os olhos, proporcionando conforto e minimizando a irritação. Não utilize outros produtos sem a recomendação de seu veterinário. Alguns colírios são contra indicados para pets.

Por Fernanda Fragata
Fonte Exame.com