segunda-feira, 10 de julho de 2017

A VIDA PESSOAL PODE PREJUDICAR A CARREIRA PROFISSIONAL


É muito mais fácil crescer profissionalmente se você tiver uma vida pessoal harmoniosa na maioria do tempo, podendo focar no trabalho. Uma vida pessoal turbulenta desvia a concentração na atividade profissional. Normalmente o que detona a carreira profissional não é um único problema pessoal isolado, mas uma mescla deles. Abaixo os principais fatores pessoais que prejudicam a carreira profissional.

1) Não dar a devida prioridade ao trabalho, deixando ele muito longe em importância em relação à família, lazer, amigos etc.;
2) Ter um relacionamento sempre tumultuado com o cônjuge e filhos;
3) Ter amante;
4) Não dar a devida atenção aos filhos pequenos. Quando crescerem podem se perder na vida o que trará muita dor de cabeça;
5) Excesso de baladas e noitadas nos dias de semana;
6) Consumo excessivo de álcool;
7) Consumo de drogas;
8 ) Exercer atividades profissionais paralelas ao emprego principal;
9) Dormir pouco;
10) Ter uma vida totalmente sedentária. Faltarão energia e disposição no trabalho;
11) Não conseguir convencer a família que em muitos momentos terá que se dedicar quase que exclusivamente ao trabalho;
12) Manter um padrão de vida superior ao que o salário proporciona, gerando endividamentos;
13) Gastar boa parte do tempo no trabalho cuidando de assuntos pessoais;
14) Gastar tempo demasiado para ir ao trabalho e voltar para casa; 

Com tudo isso não quer dizer que todos devem ser uma “Madre Tereza de Calcutá”, mas sim que na maioria do tempo a vida pessoal deve estar equilibrada.
É claro que todos podem e devem de vez em quando “sair da linha”. Mas isso não pode ser constante. Caso contrário, a possibilidade de prejudicar o crescimento profissional é muito grande.

Por Mauro Bernacchio
Fonte Terra