sábado, 2 de setembro de 2017

ESCOLHER UM PET E ENCONTRAR UM NAMORADO É MAIS SIMILAR DO QUE VOCÊ IMAGINA

Para escolher um pet ideal, futuros donos precisam passar por um processo muito similar ao recomendado por especialistas na busca por verdadeiro amor

Ter um animal de estimação significa ter um amigo que você poderá contar nos tempos difíceis e alegres.  Ele sempre estará do seu lado, torcendo por você, movido simplesmente pelo amor e pela alegria de tê-lo como dono. 
Embora pareça que todos os animais irão cumprir a função de ser o “pet perfeito” para os seus donos, a verdade é que existem sinergias entre os animais e seus respectivos donos.  Como qualquer bom relacionamento entre pessoas, a personalidade e o estilo de vida necessário para fazer aquele animal feliz devem ser considerados antes de trazê-lo para a sua vida.
Afinal, um animal de estimação fará parte do seu dia-a-dia por mais de uma década.  Nesse sentido, o momento de escolhê-lo deve ter a mesma importância do que a escolha de um amigo ou par perfeito. 
Com isso em mente, procurei as dicas mais indicadas por especialistas sobre como encontrar o par perfeito e as adaptei para animais de estimação, ou seja, um dos seus melhores amigos pelas próximas duas décadas.

1. Conheça a si mesmo antes de trazer um animal para a sua vida
O auto conhecimento é um dos fatores mais importantes a serem considerados na hora de adotar um animal de estimação.  Não adianta, por exemplo, adotar um cachorro que exigirá horas de caminhadas por dia se você é uma pessoa que gosta de dormir até tarde e relaxar no sofá nos tempos livres.
Ao se conhecer e entender os motivos pelos quais você quer trazer um animal de estimação para a sua vida, você conseguirá entender o papel que ele terá na sua rotina.  Assim, poderá ter por perto um animal que agregará no seu dia-a-dia.

2.  Saiba por que você procura em um animal de estimação
Por que você quer um animal?  Em casos em que ter um animal foi uma ideia para tentar amenizar um problema na vida dos donos, como, por exemplo, uma insegurança no casamento, aconselho resolver esse problema antes de adquirir o animal. 
Da mesma forma que um ter um filho não resolverá esses problemas, trazer um cachorro ou gato para casa com a expectativa de que eles preencham esse tipo de vazio pode ser problemático. Na maioria de casos como esses, o que se vê é que, quando se trata do que importa para ser feliz, o animal de estimação ficará em segundo plano e não terá o que é necessário para si.
Ter um animal de estimação deve ser uma troca e uma verdadeira convivência entre dono e pet.  O seu animal te fará uma pessoa melhor mas, ao mesmo tempo, exigirá o seu tempo, atenção e carinho.  Por esse motivo, ter um animal para te fazer companhia e te acompanhar no seu dia-a-dia são motivos que agregam à sua vida e à dele.

3. Conheça diversos animais e veja o que mais encaixa com você
Não se apegue ao primeiro animal que você vê.  Conheça diversos cachorros e gatos e busque entender o máximo que puder sobre ele e suas características antes de escolher o que mais encaixa com você.
Os animais tem personalidades diferentes e, por conta disso, exigem cuidados e rotinas diferentes.  Ao interagir com diversos animais e entender mais sobre eles, você notará essas diferenças e poderá fazer a escolha que mais combina com você.

4. Se um não quiser, dois não ficam juntos
Não é só você que tem que conhecer e escolher o animal, mas ele também tem que sentir a sua energia e ver se combina com ele.  Em diversos casos, ao não se abrir completamente com o animal, donos adquirem animais que trazem mais preocupações para a sua vida do que felicidade e amor.  Nessas situações, tanto os donos quanto os animais ficam infelizes e a taxa de abandono, consequentemente, sobe.
Sendo assim, é importante que você interaja com o animal por algum tempo antes de levá-lo para casa. Alguns locais onde você pode adquirir animais já trabalham com essa proposta, sendo que um deles é o evento Adote Um Melhor Amigo, organizado pelo Linkanimal, onde os animais ficam soltos em um ambiente descontraído.  Assim, os futuros donos podem interagir com diversos animais e vice-versa, permitindo que surja aquele momento de “verdadeiro amor” que comumente existe entre donos e seus pets.

5. Esteja preparado para fazer pequenas mudanças na sua vida
No momento que você trouxer um animal para a sua vida, seja ele um gato ou um cachorro, ela irá mudar.  O seu horário de acordar e dormir e provavelmente a sua rotina terá  que ser adaptados para incluir a entrada desses animais.  Estudos revelam que gatos baseiam a sua rotina diária no dia-a-dia do dono, por exemplo.  Se a sua rotina não comportar a de um gato, as chances dela ter que mudar são grandes.  

Por Mariana Bartolomei 
Fonte LinkAnimal