segunda-feira, 24 de julho de 2017

CINCO REGRAS PARA DEIXAR O CANDIDATO PRONTINHO PARA A ENTREVISTA

Especialistas listam dicas essenciais que podem contar pontos na disputa por um novo emprego

Evite perguntar sobre salários e benefícios logo de cara. Não é de bom tom, dizem os especialistas

Conhece alguém que chegou à sua primeira entrevista de trabalho tão bem preparado, relaxado e tão convincente que conseguiu de cara o emprego ao qual estava se candidatando? Se você está em busca de uma nova oportunidade no mercado, e quer estar seguro na hora do encontro com o entrevistador, confira as regras e recomendações elaboradas por especialistas da empresa de recrutamento Monster, como mostra artigo publicado no site da filial da companhia na Espanha:

Regra nº 1: Conheça de cor seu histórico profissional e a ti mesmo
— A parte essencial da entrevista consiste em um exame crítico por parte do entrevistador, de suas habilidades, qualidades e experiências. Por isso, é indispensável ter um fio condutor paa poder desenvolver sua argumentação. Peça conselhos aos amigos e colegas, o que ajudará a ter uma visão objetiva de si mesmo. Segundo um especialista de RH da Monster, é fundamental fazer simulações, treinar com alguém ou sozinho, diante do espelho, como se estivesse cara a cara com o entrevistador. Caso seja seu primeiro emprego, elabore um resumo de suas habilidades, as associações ou grupos dos quais faz parte ou qualquer tipo de ocupação, seja ela profissional ou de caráter voluntário.

Regra nº 2: Elabore um projeto de carreira e grave de memória o anúncio para o qual se candidatou
— É imprescindível chegar na entrevista com uma visão clara das razões pelas quais o posto te interessa. Pode parecer lógico, mas não é, já que isso implica que deve ter elaborado um projeto profissional, saber o que quer do futuro e explicitar suas ambições quando o entrevistador lhe fizer perguntas. Entre dois candidatos que têm as mesmas competências, aquele que sabe o que quer e onde quer chegar ganha pontos. Além disso, deve saber de cor os detalhes sobre a vaga oferecida para que o interlocutor veja que seus argumentos são coerentes com os da oferta.

Regra nº 3: Não esqueça de nenhum aspecto material
—Agora que já está psicologicamente pronto, deve estar atento aos aspectos materiais. Deve verificar o trajeto para chegar ao local do encontro para não se atrasar (a pontualidade é essencial neste caso), levar uma carta de apresentação e duas cópias do currículo: um para você e outro para o empregador. E caso seja o primeiro emprego, prepare também os diplomas, certificados e cartas de recomendação que tem em mãos. Por último, não esqueça de levar uma agenda para anotar, quem sabe, a próxima entrevista.

Regra nº 4: Procure se informar sobre a pessoa da empresa encarregada de te entrevistar
— O candidato deve conhecer bem a empresa e o entrevistador, já que, quanto mais souber sobre ambos, mais tranquilo se sentirá e mais convincente será, além de demonstrar seu real interesse pelo posto oferecido. É importante se informar sobre a empresa, seu setor de atividade e sua organização. Para poder se inteirar sobre o cargo exato da pessoa que irá te receber, não hesite em telefonar para empresa e perguntar. Se a vaga tiver chegado a seus ouvidos por medição de alguém de sua rede de contatos, peça a essa pessoa informações sobre seu interlocutor.

Regra nº 5: prepare as perguntas que vai fazer
— Se seguir ao pé da letra a regra nº1, não terás nenhum problema para encarar todas as perguntas de teu entrevistador, inclusive aquelas mais inesperadas, como 'Quais são seus principais defeitos' ou ' Por que está interessado nesta vaga'. No entanto, é essencial que também tenha preparado as perguntas que pretende fazer, tais como 'Como vou trabalhar, em que tipo de organização, com quais equipes', 'Qual o grau de autonomia do posto', 'Quais são as perspectivas de evolução dentro da empresa', entre outras. Estas perguntas demonstram seu interesse pela empresa. Também vale perguntas sobre os benefícios, mas só depois de terminar com as perguntas anteriormente mencionadas.
Com todas as regras na ponta da língua, a hora é de relaxar e aguardar o momento da conversa com, quem sabe, seu futuro empregador. Por isso, recomendam os especialistas da Monster, no dia que antecede a entrevista, procure fazer um esporte ou uma atividade que lhe dê prazer e dormir bem. Não esqueça: vista algo cômodo, mas que respeite os códigos do mundo corporativo. E, mais do que tudo, seja pontual.
De acordo com os consultores, o mais importante é chegar à entrevista com um estado de ânimo otimista. E, se durante o transcurso da entrevista perceber que não está apto ao trabalho em questão, tente não demonstrar apatia e mantenha seu entusiasmo até o final. Se causar boa impressão, pode ser que o empregador te recomende mais tarde para outros postos.

Fonte O Globo Online