sábado, 6 de maio de 2017

ADOTEI MAIS UM GATINHO. COMO EVITAR BRIGAS EM CASA?


Ao contrário do que muitos pensam, gatos não são animais solitários. Eles se beneficiam muito ao ter outro felino como companheiro. Porém, por serem territoriais, o processo de introdução requer delicadeza e paciência. Se for apressado ou incorreto pode fazer com que os gatos se tornem inimigos. Por outro lado, a introdução correta pode abrir as portas para uma grande amizade ao longo da vida felina.
Se você não tem certeza de que seu gato aceitará bem a chegada do outro, evite que eles se encontrem repentinamente. Isto pode acabar em briga. Coloque o novo animal em um ambiente separado, com água, comida, brinquedos, casinha e a caixa de areia. Após a adaptação do novo integrante ao ambiente, onde ele realiza as atividades corriqueiras como comer, brincar, usar a caixa sanitária e dormir, os dois gatos poderão ser apresentados.
Primeiramente, os gatos poderão ouvir um ao outro. Depois eles vão sentir o cheiro um do outro. Em seguida, poderão ver o outro, sempre de forma controlada. Uma boa opção para evitar sustos é colocar o novo animal dentro de uma caixa de transporte e deixar que o outro se aproxime.
Ofereça recompensas, como afagos e petiscos, para que relacionem a presença do outro com algo bom e prazeroso. Se a resposta a esta aproximação for positiva, finalmente, eles poderão se tocar. A qualquer sinal de agressividade ou apreensão, retornar à etapa anterior até que a aproximação ocorra sem problemas. Alguns gatos podem apresentar comportamentos como: miados, urinar pela casa, destruir objetos. Isso pode ser por insegurança. Nestes casos, feromônios artificiais adquiridos em pet shop podem ser usados para diminuir o estresse.

Por Fernanda Fragata
Fonte Época Online