quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

CONHEÇA OS TIPOS QUE NÃO PODEM FALTAR EM SUA REDE DE CONTATOS

O veterano, o forasteiro e o advogado de defesa são alguns deles: conhecem bem o mercado, têm bons contatos e podem ajudar a construir sua reputação
   
Com as redes sociais, o networking ganhou um novo status, segundo especialistas em carreira

A rede de contatos de uma pessoa é tão importante para uma carreira corporativa como também para a hora em que este profissional decide dar uma virada e virar empresário. Seja no mundo empresarial ou na comunidade empreendedora, as conexões do profissional podem fornecer valiosos contatos, oportunidades de negócios e conhecimentos cruciais sobre as melhores práticas para administrar a carreira ou a nova empresa. O networking , mais do que troca-troca de cartões, é a chance que muitos têm de se fazer notar e de se aproximar de profissionais interessantes.
Como mostra artigo do Huffington Post, o networking é um dos princípios fundamentais do programa de pequenas empresas do banco Goldman Sachs, chamado “Dez mil pequenos negócios”. No programa, os participantes aprendem, por exemplo, que a rede de contatos deve ser sempre focada em torno de um objetivo-chave, seja aumento das vendas, expansão para novos mercados ou aumento da consciência sobre o negócio. Alguém que está planejando expandir a distribuição de produtos em uma nova região deve ver, por exemplo, como se conectar a quem tenha experiência logística nessa área e que poderia ajudá-lo e, ainda, colocá-lo em contato com os fornecedores adequados.
O mesmo vale para aqueles que buscam uma nova oportunidade no mercado de trabalho, principalmente os que estão pensando em mudar de área ou de empresa: veja quem você conhece que possa indicá-lo diretamente ou passar os contatos, para que você se apresente e busque obter conhecimentos sobre a vaga oferecida, a empresa ou o setor.
Mas, embora os objetivos variem de pessoa para pessoa ou de empresa para empresa, há alguns tipos que serão extremamente úteis, independentemente do caso. Saiba quais são eles:

O veterano
Conhecer alguém que já trabalha há algum tempo na área e conhece bem os meandros do negócio pode ser um trunfo, principalmente se sua empresa é relativamente nova. Conhecer alguém com anos de experiência pode ajudar a compreender os desafios que virão pela frente e como lidar com eles.

O inovador
Se você está procurando maneiras de ficar na vanguarda, tente encontrar alguém com experiência em tecnologia que pode mantê-lo informado sobre os últimos lançamentos de plataformas e ferramentas que podem melhorar suas operações.

O advogado de defesa
Ele atua como um promotor ativo, que espalha no mercado o que você vem fazendo. Esta “defesa”' ajuda a construir sua reputação e aumenta suas chances de fazer novas conexões.

O bom negociador
É aquela pessoa assertiva, que sempre está à procura de quem possa se ajudar mutuamente, seja através de novos contatos ou negócios. Seu objetivo é servir bem ao próximo.

O forasteiro (the outsider)
É alguém que não está ligado diretamente à sua área de atuação, mas é capaz de fornecer uma nova perspectiva sobre a sua base de negócios ou cliente. Está sempre pronto a indicar algum conhecido que pode agregar valor à sua carreira ou negócio.
Exemplo: se você trabalha com moda ou abriu uma loja de roupas, ele pode indicar um designer gráfico que pode ajudá-lo a ter uma nova compreensão de estética e apresentação do produto.

Provavelmente, os membros de sua rede de contatos não vão se encaixar perfeitamente nessas categorias, mas podem ter algumas das características apresentadas acima. Está sentindo falta de algum desses tipos? Quer ampliar sua rede? Segundo o artigo do Huffington Post, uma das maneiras mais eficazes para adicionar novos membros na sua lista de referências é participar de palestras, fóruns e conferências em sua área de interesse e se mostrar aberto a novas ideias. E, principalmente, conhecer novas pessoas. Você nunca sabe quando esses contatos poderão ser úteis.

Fonte O Globo Online