quarta-feira, 22 de março de 2017

CONHEÇA DETALHES DAS TÉCNICAS QUE AJUDAM NA PREPARAÇÃO DE CONCURSOS

Métodos ajudam os candidatos a memorizar os conteúdos e relaxar antes das provas

Conheça um pouco mais sobre as técnicas utilizadas por quem se prepara para um concurso público para melhorar a memorização e combater o estresse:

Mapas mentais
Os mapas dão forma à informação, facilitando o entendimento do conteúdo. Eles incorporam cores e símbolos ao material a ser memorizado. Essas cores e símbolos são excelentes gatilhos de memória e tornam a aprendizagem mais divertida. Devido a essa capacidade de síntese, os mapas mentais favorecem enormemente às revisões constantes das matérias já estudadas previamente. Os candidatos devem utilizar os mapas em duas ocasiões: logo após estudar algum tema novo ou em revisões sistemáticas de temas estudados anteriormente. Não existe uma frequência fixa para o uso dos mapas. No entanto, enquanto o conhecimento não está consolidado, é importante que se faça revisões de todos os mapas referentes a esse tema.

Leitura dinâmica
Segundo especialistas, embora pareça contraditório, a compreensão dos textos na leitura dinâmica é melhor do que na leitura tradicional. Normalmente, a maioria das pessoas utiliza a leitura dinâmica em leituras técnicas e precisam de um alto nível de compreensão. Mas é preciso cuidado, pois, na maioria das vezes, não perceber uma vírgula, por exemplo, muda todo o significado de um texto.
Para os concurseiros, as vantagens em se utilizar esse método são: conseguir estudar todo o programa com maior qualidade e em menos tempo; conseguir ler a prova toda (muitos candidatos, leitores tradicionais, na maioria das vezes, não conseguem nem concluir a prova); poder avaliar quais as perguntas que consideram mais fáceis e respondê-las em primeiro lugar. Isso aumenta a motivação do candidato e dá a ele mais tempo para fazer uma breve revisão.

Alimentação saudável
Aqui vale o ditado: “corpo são, mente sã”. A alimentação é uma das nossas principais fontes de saúde e muitos alimentos ajudam no desempenho e no equilíbrio geral. Bons exemplos são:

·  Alface - ótimo para amenizar a irritação e calmante, é rico em folato, que, junto com a vitamina B12, é um forte aliado da inteligência. Sua falta causa cansaço e confusão mental;
·  Banana - diminui a ansiedade e ajuda a ter um sono tranquilo por ser rica em magnésio;
·  Laranja - A laranja rica em vitamina C, é energética, previne a fadiga e ajuda o sistema nervoso a trabalhar adequadamente. Tem bastante o cálcio que é relaxante muscular e ajuda a reduzir tanto ansiedade como o estresse;
· Carne - possui aminoácidos que melhoram o funcionamento do cérebro, e também no combate a ansiedade;
·  Espinafre - O espinafre é excelente no combate a ansiedade, contém ácido fólico e potássio, que previnem a depressão. Tem vitaminas A, C e do complexo B, além de folato, que auxiliam no bom funcionamento do sistema nervoso. ·

Técnicas de relaxamento
São fortes aliados na hora do estudo. A massagem, por exemplo, traz relaxamento muscular, o que baixa a frequência cerebral, facilitando o estudo, a atenção, a concentração e a memória; o ioga traz estes mesmos benefícios, além de trazer o equilíbrio energético e emocional a todo corpo; a acupuntura traz também este mesmo equilíbrio e relaxamento. E todas estas técnicas auxiliam no bom funcionamento do sistema nervoso e melhoram muito o sono, que é o nosso principal renovador em todos os sentidos. O candidato precisa dormir bem.

Técnicas de respiração
A respiração é nossa maior fonte de energia, equilíbrio e centramento, alimenta e oxigena o cérebro e nos auxilia a ter consciência e concentração entre outras coisas necessárias ao candidato.

Lazer
Segundo o psicólogo Alexandre Maia, especialista em concursos, os candidatos que encontram o equilíbrio entre o lazer e o estudo são os mais motivados. Nossa mente precisa de descanso para seu bom desempenho. Quem está com a mente descansada raciocina melhor, é mais criativo e tem mais acesso a memória. Por isso o lazer é fundamental. O sucesso está no equilíbrio do bom senso, a responsabilidade e a flexibilidade.

Fonte O Globo Online