sexta-feira, 7 de julho de 2017

COMO LIDAR COM A REJEIÇÃO


Qualquer tipo de rejeição, não importa se é no amor, sua carreira, amigos, uma proposta do livro ou qualquer outra coisa, não é algo que deve afetar a sua felicidade. Sentir-se bem após uma rejeição às vezes parece impossível, mas não deve ser algo a tirar a felicidade de sua vida.
O sofrimento mais comum após uma rejeição é o de “perda”, com o qual você sofre, seja com a perda de uma oportunidade, a perda de uma relação especial ou perda de alguém importante em sua vida. A realidade da vida é que a rejeição faz parte do ato de viver, e haverá ocasiões em que a sua candidatura, o seu pedido de namoro ou suas ideias serão rejeitadas por alguém, em algum lugar. É uma atitude saudável aceitar a rejeição como parte da vida e reconhecer que o que realmente importa é encontrar o caminho para se recuperar e tentar novamente.

Reconheça que qualquer um pode ser rejeitado
A rejeição está acontecendo ao seu redor, o tempo todo mesmo que você só veja coisas boas das pessoas ao seu redor. Em outras palavras: você não está sozinho. Obviamente, você teria preferido que não tivesse acontecido, mas uma hora ou outra iria acontecer. Faz parte de ser um ser humano e perdas e ganhos fazem parte da trajetória da vida.

Permita-se sentir-se mal inicialmente
É normal sentir-se mal depois de ser rejeitado, por isso não tente reprimir sua decepção e tristeza diante do momento doloroso. No entanto, não se permita sentir assim por muito tempo e nem tenha uma impressão negativa sobre o seu futuro. Você ainda tem controle de seus sentimentos e a oportunidade de aprender com esta experiência e para no futuro não errar novamente.

Não se preocupe em evitar a rejeição
Quando você se libertar das ilusões de que deve sempre ser aceito e jamais levar um não, não evite de viver ou pedir alguém em namoro por ter medo de ser rejeitado. Se alguém não te quer hoje, deve ser por diversos motivos e não apenas por lhe achar o que quer que seja.

Fonte Relacionamentos.org