segunda-feira, 17 de abril de 2017

O QUE FAZER NA PRIMEIRA HORA DE UM DIA DE TRABALHO PÓS-FERIADÃO

Colunista americano lista as ações de personalidades bem-sucedidas logo pela manhã. Checar e-mails não é uma delas, por incrível que pareça
   
Semana pós feriado prolongado começando, agenda cheia de compromissos, tarefas e mais tarefas pendentes. Dar conta de tudo pode ser complicado, mas para o colunista da revista de negócios Fast Company, Kevin Purdy, o segredo da boa administração do tempo está na primeira hora de trabalho. Segundo ele, para grandes empresários como Steve Jobs, co-fundador da Apple, que morreu em 2011, e David Karp, presidente do Tumblr, esse é o momento do dia para avaliar a rotina e focar no lado humano de seus negócios e não na “máquina” que faz tudo girar.
Na lista abaixo, confira as ações mais comuns na primeira hora de trabalho de quem é bem-sucedido no que faz, segundo artigo de Purdy, e inspire-se:

Nada de checar os e-mails
O fundador do Tumblr, David Karp, disse em entrevista a uma publicação americana, que tenta — com um certo esforço, admite — não checar e-mails antes das 9h30m ou 10h da manhã, quando ainda pode estar em casa. O motivo? “Ler e-mails em casa nunca é bom ou produtivo. Se alguma coisa for urgente, as pessoas vão ligar ou mandar mensagens”, afirma Karp.
O colunista Kevin Purdy, da Fast Company, usa o exemplo para destacar que o comportamento moderno de sempre esperar uma resposta rápida do outro nem sempre precisa ser levada a sério logo no começo do dia, como a maioria das pessoas está acostumada a fazer. Será que não vale a pena já ir acostumando colegas e até o chefe a esperar um pouco mais pela resposta?

Tarefas complicadas
O consultor de administração do tempo Brian Tracy se inspirou em uma frase do escritor Mark Twain para compor um de seus livros de auto-ajuda: “Se você engolir o maior sapo logo de manhã, nada mais parecerá tão ruim no resto do dia". Neste caso, a expressão em inglês “engolir um sapo” não quer dizer “levar desaforo para casa”, como em português, mas sim fazer a tarefa que for mais difícil. Ou seja: nada de deixar para resolver depois o que pode ser feito agora. A dica para administrar bem as tarefas está em listar as prioridades, das mais urgentes para as menos. Pensar sobre elas no caminho de casa para o trabalho pode adiantar o processo, sugere Purdy em seu artigo.

Momento meditação
O guru da auto-ajuda Tony Robbins, que tem como seguidores empresários bem-sucedidos em todo o mundo, pede a seus discípulos que, assim que acordarem, reservem uma hora, 30 minutos ou pelo menos 15 para entoar um mantra motivacional. Boa parte desse momento deve ser reservado para a reflexão das coisas pelas quais são gratos: família, amigos, carreira, tudo. A outra parte consiste em visualizar tudo o que se quer da vida como se elas já estivessem presentes hoje. O truque aqui é tentar acordar um pouco mais cedo e, sem a ansiedade de se preparar para sair, focar na meditação e analisar com calma o que fazer no dia.

Você faz o que realmente quer
O famoso discurso de Steve Jobs na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, em 2005, é um dos mantras motivacionais mais compartilhados do momento. Jobs disse: “Quando eu tinha 17 anos, li uma frase que era mais ou menos assim: ‘Se você vive cada dia como se fosse o seu último, um dia você vai estar certo’. Isso me marcou e, desde então, pelos últimos 33 anos, tenho olhado para o espelho todas as manhãs e me perguntado: Se hoje fosse o último dia da minha vida, eu gostaria de fazer o que estou prestes a fazer hoje? E se a resposta fosse 'não' por muitos dias seguidos, eu sabia que precisava mudar alguma coisa”. Dica valiosa, não?

Mantendo contato
A última coisa que o presidente de uma empresa precisa fazer é responder a cada uma das reclamações dos clientes, certo? Errado. Segundo o empresário Craig Newmark, da empresa de anúncios Craigslist, responder os usuários na primeira hora do dia é o que o prende à realidade. No dia a dia de outras empresas, segundo Purdy, esse comportamento pode ser traduzido em fazer perguntas aos gestores das áreas e trocar experiências com colegas. Segundo ele, é nesse momento da rotina do trabalho que fica mais fácil fazer contato com as pessoas, antes que as tarefas comecem a se acumular na mesa e a “socialização” acaba ficando em segundo plano.

Fonte O Globo Online