domingo, 1 de janeiro de 2017

5 MANTRAS PARA TURBINAR O ANO-NOVO


Janeiro é tipicamente o mês das promessas. Mentalizamos o que queremos mudar, projetamos uma vida nova… Mas, frequentemente, os desejos não saem do plano das ideias. A empreendedora Jen Groover afirmou ao site Entrepeneur que é essencial ter a perspectiva do que realmente é prioritário para você. Ela garante que conseguiu encontrar a tal da fórmula mágica para realizar os sonhos do Réveillon. O segredo, para Groover, é seguir os seguintes mantras:

1 - “Um dia”, não. Hoje.
Pare de adiar os compromissos e de criar subterfúgios para não iniciar suas tarefas. Controle-se e sempre resolva os problemas imediatamente. Isso também vale para as vontades: por que esperar o convite de alguém para comer pizza? Saia do trabalho e experimente um jantar atípico.

2 - Tenha mais medo de se arrepender do que de falhar.
O desapontamento pode ser doloroso. Mas não será pior que o sentimento de não ter sequer tentado. Sinta-se livre para arriscar. Mesmo que não dê certo, você terá a consciência tranquila por não ter ficado inerte.

3 - Estou sempre em um bom dia.
Isso pode parecer difícil de acreditar. Mas, de acordo com Groover, adotar um ponto de vista positivo é um importante passo para o sucesso. “Ser pessimista atrai elementos negativos”, diz. Então, sempre tente ver o lado bom. Até daquele contrato que deu errado.

4 - Obstáculos guardam oportunidades.
Os desafios sempre trazem uma lição. Cada dificuldade pode ser uma forma de exercitar a capacidade de superar os problemas e de ser criativo. A parceria malsucedida com aquela empresa pode originar uma boa ideia de negócio.

5 - Viva com paixão.
Ter objetivos é essencial, de acordo com a empreendedora. Pare de perguntar-se o que deveria fazer e questione-se: quem quero ser? Dessa forma, você entenderá quais são suas metas na vida. E poderá persegui-las com determinação.
Groover aconselha que você escreva esses mantras em papeizinhos e espalhe pelas paredes ou pelo espelho. Quando estiver preocupado ou desesperado com alguma situação, leia-os em voz alta. Bom, não custa tentar.

Por Luiza Tenente
Fonte Papo de Empreendedor