domingo, 13 de agosto de 2017

AS APARÊNCIAS ENGANAM


Um lavrador percorria com seu filho os campos, para ver se o trigo já estava maduro.
- Meu pai - perguntou o rapazinho.
- Por que é que algumas espigas de trigo estão inclinadas para o chão, enquanto outras estão de cabeça erguida?
Estas devem ser as melhores, e as que pendem a cabeça por certo não prestam.
O pai, colhendo uma das espigas, disse:
- Repare, meu filho!
- Esta espiga, que tão modestamente se curva, está perfeita e cheia de grãos. Já esta outra, que se levanta com tanto orgulho no trigal, não tem grãos em por isso não prestam pra nada!
O amor incondicional de Jesus nos ensina que assim acontece muitas vezes no mundo.
Os soberbos são vazios, nulos e para nada prestam.
Os humildes são úteis e preciosos.
O orgulho é um mal, pois gera a ambição, a presunção e a vanglória.
As aparências podem te enganar todos os dias e todas as horas, mas quem tem o olhar do amor, seja lido ou escutado, vai além das aparências, vai ao coração.