sábado, 29 de abril de 2017

SER FELIZ: SEGREDO DA ETERNA JUVENTUDE


É nítido que a maioria das pessoas tem medo de envelhecer. Rugas, cabelos brancos, idéias antiquadas são grandes fantasmas de nossa era. Num mundo onde juventude se traduz em beleza, energia, prazer e sedução, o passar dos anos é motivo de ansiedade e aflição. É por isso que as pessoas permanecem constantemente inquietas em tentar conter os efeitos do tempo. As mulheres, principalmente, gastam fortunas em cosméticos, dietas e roupas da moda. Os homens, à primeira vista, parecem menos preocupados, apesar de investirem pesado em demonstrações de virilidade e poder. Todos correm desesperadamente contra o tempo, numa tentativa de camuflar as esperadas conseqüências de idade avançada: queda do vigor físico, incapacidade, apatia.
É claro que uma certa vaidade pessoal faz bem ao espírito. Cuidar bem do corpo e da mente é indispensável a uma vida equilibrada. Fluir e se adaptar aos acontecimentos também é de essencial importância, principalmente nos novos tempos, onde a rapidez das modificações culturais e tecnológicas exigem atenção e flexibilidade. Mas, tornar-se infeliz com a chegada dos anos, tentando obsessivamente camuflar as marcas do tempo é render-se a uma ilusão.
Na verdade, velhice não é questão de tempo, mas sim de rigidez. À medida que as pessoas tornam-se rígidas, elas envelhecem. A pessoa velha é a pessoa rígida. Recordo-me de um professor que citava uma senhora idosa que ainda dançava balé. Na sua observação, ela era mais flexível que muitas bailarinas novas, tinha muito mais energia que muita gente jovem. Era de idade avançada, mas tinha um corpo saudável, uma mente aberta. Seu espírito era sensível e jovial, suas atitudes tranqüilas e naturais.
Juventude é estado de espírito. O segredo não está no controle, mas na espontaneidade de uma alma ativa. A juventude não está ligada puramente ao tempo. Ela está ligada à maneira como vivemos e desfrutamos o cotidiano. Não há como simular juventude física se já estivermos velhos por dentro. Poderemos sim cultuar alegria, otimismo, bom humor, disposição, determinação, em prol de uma vida repleta de dinamismo e bem estar.
Não adianta tentar frear os acontecimentos, evitar a transformação de um processo de amadurecimento. O que importa é viver intensamente todo este processo, utilizando o tempo como meio de aprendizagem e crescimento, descobrindo na felicidade e paz de espírito o verdadeiro segredo da eterna juventude.
Por Moacyr Castellani